Resenha: “Dio – Live In London: Hammersmith Apollo, 1993” (CD)

dionovo

Antes de vir a óbito, Ronnie James Dio estava fazendo parte do Heaven & Hell que nada mais nada menos, contava com a formação do Black Sabbath do disco de mesmo nome (na verdade quem gravou a bateria foi o Bill Ward, mas quem fez a turnê  foi Vinny Appice), lançado em 1980.

Dio será eternamente considerado como o melhor vocalista de heavy metal de todos os tempos! Sua discografia é um tanto extensa, pois fez parte de grandes grupos como Elf, Rainbow (ao lado de Ritchie Blackmore), Black Sabbath e após sua passagem pela banda se jogou na excepcional carreira solo a qual eu realmente recomendo a todos!

Bom, no mesmo ano em que morreu, foi lançado o album “Live at Donington UK: Live 1983 & 1987” que conta com os shows completos de sua passagem por este importante festival. Em 2013 foi lançado o “Finding the Sacred Heart – Live in Philly 1986”, que foi gravado durante a segunda parte da turnê “Sacred Heart Tour”. E agora em 2014, fizeram o favor de lançarem o magnifico “Live in London, Hammersmith Apollo 1993”, sobre o qual vos falo agora.

Foi gravado em 12 de Dezembro de 1993, e este é o registro do último show da turnê de lançamento européia de Strange Highways.

Nesse show em específico, sua banda de apoio contava com o inseparável Vinny Appice na bateria, Jeff Pilson (ex-Dokken) no baixo e o firulento Tracy G (que gravou os discos Strange Highways, Angry Machines e Inferno: Last in Live, com Dio) na guitarra.

É incrível notar como o som da bateria de Vinny Appice soa forte, muito poderosa mesmo em qualquer registro ao vivo tanto com o Dio quanto em seus anos de Black Sabbath/Heaven & Hell e neste disco, não é diferente! Por mais que eu aprecie toda parte de cordas, timbres e etc, nesse show isso tudo foi um saco! Tem um solo de guitarra horrível, fora as firulas fora de hora durante algumas músicas, mas é possível relevar. Já o baixista sempre será o baixista, apesar do som estar presente nessa gravação, soa forte e perceptível. Agora, sobre a voz de Dio… Não tem muito o que falar sobre ele, meus amigos. O cara simplesmente não fazia lambança, não cantava mal, não errava letra, fora que levanta o público o tempo todo! Um verdadeiro frontman com um carisma mais que comprovado no decorrer dos tempos até seu falecimento.

O show foi dividido em 2 Cds e conta com 18 faixas. Óbvio que não ficaram de fora seus sucessos com o Black Sabbath, The Mob Rules, Heaven and Hell, além da mega pesada e classuda, Man On The Silver Mountain do Rainbow, fora os sucessos de sua carreira solo como Stand Up and Shout, Don’t Talk To Stranges, Rainbow In The Dark e We Rock.

Se vale a pena adquiri-lo? Com certeza, pois se trata de um registro fantástico e quem é fã, com certeza não vai se arrepender. Ah, e também foi lançado em DVD e BluRay.

  

Anúncios
Este post foi publicado em 15 de junho de 2014 às 6:11 pm. Ele está arquivado em Resenha musical e marcado , , , , , , , , , . Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: